Ludmilla protesta contra o racismo no Prêmio Multishow 2020

A cantora expôs falas racistas direcionadas contra ela durante toda sua carreira, incluindo as de alguns artistas

Ludmilla
Ludmilla (Foto: Divulgação)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A cantora Ludmilla expôs uma série de declarações racistas direcionadas contra sua pessoa durante o Prêmio Multishow 2020, na última quarta-feira (11). Ao iniciar a performance de seu novo single, ‘Rainha da Favela’, Ludmilla mostrou o dedo do meio durante a emissão de áudios com os ataques racistas que já sofreu.

Em 2017, Ludmilla foi chamada de “macaca” pelo apresentador Marcão do Povo, do SBT.

“Alguém me chama de macaca no vídeo, mas não sabemos quem foi a pessoa exatamente. Até quando isso? As coisas para mim e para a maioria dos brasileiros nunca foram fáceis. Com preconceito e julgamento pela cor da pele, vocês só complicam as coisas. A vontade de me diminuir é tanta que não pensam nas consequências dos atos”, relatou nas rede sociais”, reagiu a cantora nas redes sociais na época.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247