Marcia Tiburi: Roberto Alvim só caiu porque escancarou a realidade nazista deste governo

A filósofa Marcia Tiburi, em conversa com a TV 247, falou da demissão do ex-secretário da Cultura Roberto Alvim, que gravou um vídeo com apologias ao nazismo. Para ela, a queda de Alvim foi positiva porque, de acordo com o também filósofo Theodor Adorno, “enquanto houver a necessidade de manter as aparências nós podemos manter a esperança”. Assista

Marcia Tiburi, Jair Bolsonaro e Roberto Alvim
Marcia Tiburi, Jair Bolsonaro e Roberto Alvim (Foto: 247 | Reprodução | PR)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A filósofa Marcia Tiburi conversou com a TV 247 sobre a queda do ex-secretário da Cultura Roberto Alvim, que protagonizou um vídeo com apologias ao nazismo e reproduziu um discurso semelhante ao do ministro da Propaganda de Adolf Hitler, Joseph Goebbels. Para Tiburi, a demissão de Alvim nada mais é do que uma tentativa de esconder o caráter nazisdta do governo.

Ela afirmou que Roberto Alvim representa o pensamento do governo de Jair Bolsonaro, entretanto, o ex-secretário ultrapassou o limite das aparências. Marcia Tiburi lembrou do argumento do também filósofo Theodor W. Adorno, que dizia que o pudor do nazismo permite que a população ainda tenha esperança. “Ele catalisou o desejo de muita gente só que, ao mesmo tempo, ele escancarou a verdade desse governo. Isso me fez até ter uma certa esperança de que nós possamos superar o fascismo brasileiro, o Adorno, filósofo que entendia tanto de nazifascismo, dizia que enquanto houver a necessidade de manter as aparências nós podemos manter a esperança”.

Inscreva-se na TV 247 e assista à entrevista na íntegra:

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247