Mick Jagger e Roger Waters atacam Bolsonaro e Trump por política ambiental

A lenda do rock, Mick Jagger, encerrou neste sábado (7) sua participação no Festival de Cinema de Veneza com um ataque contra o presidente americano Donald Trump, a quem criticou por ter levantado os controles ambientais nos Estados Unidos. Roger Waters, da banda Pink Floyd, também se manifestou

Cantor Mick Jagger
Cantor Mick Jagger (Foto: Reuters/Piroschka van de Wouw)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

RFI - A lenda do rock, Mick Jagger, encerrou neste sábado (7) sua participação no Festival de Cinema de Veneza com um ataque contra o presidente americano Donald Trump, a quem criticou por ter levantado os controles ambientais nos Estados Unidos. Roger Waters, da banda Pink Floyd, também se manifestou contra líderes que chamou de "porcos". Além de Trump, ele alfinetou Boris Johnson, o ex-ministro do Interior italiano Matteo Salvini e presidente brasileiro Bolsonaro.

"Estou com os jovens que protestam contra as mudanças climáticas", afirmou o músico em uma entrevista coletiva para apresentar o filme fora da competição "The burnt Orange heresy" (A heresia da laranja queimada, em tradução livre), dirigido pelo italiano Giuseppe Capotondi, no qual participa como ator.

Leia mais na RFI.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247