Os clubes brasileiros ganham prêmios milionários do futebol internacional

Apesar de terem passado apenas três meses em 2019, este ano já teve duas importantes novidades no campo financeiro para os clubes brasileiros no mundo do futebol. 

Os clubes brasileiros ganham prêmios milionários do futebol internacional
Os clubes brasileiros ganham prêmios milionários do futebol internacional (Foto: Divulgação)

Apesar de terem passado apenas três meses em 2019, este ano já teve duas importantes novidades no campo financeiro para os clubes brasileiros no mundo do futebol. 

Mais prêmios e maiores oportunidades para os brasileiros

A primeira grande novidade para os clubes brasileiros no campo financeiro para 2019 foi o dobro no prêmio da atual Copa Libertadores. Como o Globoesporte noticiou no momento do anúncio, o campeão vai faturar US$ 12 milhões (aproximadamente R$ 47 milhões), US$6 milhões a mais do que em 2018. Com relação a isso, a Conmebol pretende aumentar o interesse dos clubes participantes em melhorar seu desempenho dentro da competição sul-americana e tornar o torneio o mais atraente possível para os fãs de futebol em todo o mundo.

Este ano, Atlético-MG, Athletico-PR, Cruzeiro, Flamengo, Grêmio, Internacional, Palmeiras e São Paulo, são os 6 clubes brasileiros que participam da competição internacional e buscam obter o título que a equipe argentina River Plate defende na atualidade. Após a primeira rodada da Copa Libertadores, o Palmeiras é o clube brasileiro que teve a melhor participação no torneio, e quem se perfila para chegar mais longe na competição deste ano.

Além de ser o favorito dentro das casas de apostas para vencer o Brasileirão em 2019 com 28,6% de chances no dia 18 de março, o Palmeiras está demonstrando um bom futebol dentro da Libertadores pois chegou à semifinal deste torneio no ano passado, e busca a redenção obtendo o título e o prêmio milionário do torneio sul-americano em 2019.
 

A proposta milionária da Copa do Mundo de Clubes

A Copa do Mundo de Clubes é o evento internacional que tem atraído mais atenção recentemente, pois, acaba de receber uma proposta de reformulação da competição, com um apoio de US$ 25 bilhões de parte de um empresário japonês. Como mostra o site de notícias esportivas ESPN, Masayoshi Son, fundador e CEO do conglomerado SoftBank, é o homem por trás das propostas que o presidente da FIFA, Gianni Infantino, acaba de divulgar para revolucionar a Copa do Mundo de Clubes.

O projeto visa aumentar o número de participantes para 24 clubes, e não apenas 7, como tradicionalmente havia sido feito. Esse fato, abriria as portas para mais clubes brasileiros participarem da competição. Aumentando o número de equipes participantes, os clubes serão divididos em 8 grupos, e somente o melhor de cada um deles vai avançar à fase de mata-mata.

Com um investimento inicial tão forte para o início da competição, um piloto deste formato de competição seria realizado entre 17 de junho e 4 de julho de 2021, com o objetivo de ajustar um prêmio proporcionalmente atrativo para os vencedores do torneio. Como mostra o site da Récord, o Real Madrid é o atual campeão deste torneio, vencendo a competição pela quarta vez em cinco anos (2014, 2016, 2017 e 2018). 

O aumento do investimento em grandes torneios internacionais de clubes, como a Copa Libertadores e a Copa do Mundo de Clubes da FIFA, são duas notícias que visam incrementar a motivação dos clubes brasileiros para melhorar seu nível de jogo, já que apesar de que dentro do torneio local há um favorito claro com o Palmeiras, internacionalmente a competição se torna muito mais forte, e a recompensa é igualmente atrativa.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247