Presidente da Fundação Palmares demite diretores negros por telefone

O presidente da Fundação Palmares, Sérgio Nascimento de Camargo, argumentou que precisa "montar uma nova equipe de extrema direita". "Vou seguir a linha do secretário Alvim", declarou aos diretores. "Ele corre para fazer tudo que pode contra negros antes de ela entrar", afirmou um funcionário

Presidente da Fundação Palmares volta a causar polêmica
Presidente da Fundação Palmares volta a causar polêmica (Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O presidente da Fundação Palmares, Sérgio Nascimento de Camargo, retirou dos cargos "negros com reconhecida trajetória em políticas públicas em prol da cultura afro-brasileira". Ele argumentou que precisa "montar uma nova equipe de extrema direita". "Vou seguir a linha do secretário Alvim", declarou aos diretores. "Ele corre para fazer tudo que pode contra negros antes de ela entrar", afirmou um funcionário. A informação foi publicada no Blog do Servidor, do Correio Braziliense

A posse dele causou polêmicas por causa de algumas posições contra os negros. Para o presidente da Fundação Palmares, quem escravizou os negros foram os próprios negros. Também já defendeu que "alguns pretos sejam levados à força para a África".

Entre os demitidos estão os responsáveis pela Diretoria de Fomento e Promoção da Cultura Afro-brasileira (DEP), Clóvis André da Silva, pela Diretoria de proteção Afro-brasileira (DPA), Sionei Leão, e pelo Centro Nacional de Informação e Referência da Cultura Negra (Cenirp), Kátia Martins.

Em nota, a Fundação Cultural Palmares (FCP) afirmou que seu presidente, Sérgio Camargo, “no direito e exercício de sua função se organiza para trazer a sua equipe tendo como objetivo o cumprimento da missão institucional”.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247