Programa “É Noize!” resiste para manter a chama acesa do rock

O rock and roll parece ser uma das vítimas dessa era imediatista e consumista; se antes as pessoas compravam discos, curtiam as artes das capas, liam as letras nos encartes; atualmente, a unidade de uma obra fragmentou-se na compra individual das músicas, cada vez mais objeto descartável, de mero entretenimento fugaz

O rock and roll parece ser uma das vítimas dessa era imediatista e consumista; se antes as pessoas compravam discos, curtiam as artes das capas, liam as letras nos encartes; atualmente, a unidade de uma obra fragmentou-se na compra individual das músicas, cada vez mais objeto descartável, de mero entretenimento fugaz
O rock and roll parece ser uma das vítimas dessa era imediatista e consumista; se antes as pessoas compravam discos, curtiam as artes das capas, liam as letras nos encartes; atualmente, a unidade de uma obra fragmentou-se na compra individual das músicas, cada vez mais objeto descartável, de mero entretenimento fugaz (Foto: Charles Nisz)

247 - O rock morreu? Essa é uma pergunta que se verticaliza nesse mundo pós-moderno, digital, de acesso total à informação, em que o imediatismo desenfreado parece mais emburrecer que de fato gerar conhecimento e reflexão. 
 
O rock and roll parece ser uma das vítimas dessa era imediatista e consumista. Se antes as pessoas compravam discos, curtiam as artes das capas, liam as letras nos encartes; atualmente, a unidade de uma obra fragmentou-se na compra individual das músicas, cada vez mais objeto descartável, de mero entretenimento fugaz. 
 
O rock, que sempre teve um poder contestador e desafiador, não somente na sonoridade, mas também nos conteúdos, parece viver uma crise na era digital. 
 
Mas nem tudo está perdido. Ainda há quem resista a esse movimento da sociedade em transformar tudo em mera mercadoria. De fato, em tempos que os conceitos se diluem, é preciso resistir. 
 
Essa é a missão de Paulinho Heavy, ex-apresentador do Som Pop (TV Cultura) nos anos 80, militante do rock, que finca a sua bandeira na AllTV, canal na internet, com o desafio de manter a chama acesa do rock por meio do programa “É Noize!”, que estreará dia 16 de fevereiro, às 20 horas e será exibido todas as sextas, com 1h30 de duração. 
 
O programa será pautado em apresentações de bandas do rock nacional e internacional, com apresentações ao vivo, na cobertura de grandes festivais, agenda de shows, lançamentos, curiosidades e principalmente, entrevistas com todo mundo que milita em prol da causa roqueira.
 
Nesses tempos em que música e as informações veiculadas mais geram fome e vazio nos corações e mentes, Paulinho Heavy adiciona um ingrediente no “É Noize”, um quadro que pode ser definido como “rock-and-food”, momento em que cozinhará enquanto entrevista um convidado. 
 
“É Noize!”, transmitido pela www.alltv.com.br e no   www.facebook.com/enoizealltv  é um movimento de resistência para gritar que o rock ainda está vivo, firme e forte.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247