Segundo dia de Carnaval vai tremer a Sapucaí

Seis escolas brilham na Avenida no Rio de Janeiro: So Clemente, Unio da Ilha do Governador, Acadmicos do Salgueiro, Estao Primeira de Mangueira, Unidos da Tijuca e Acadmicos do Grande Rio; leia ficha tcnica de cada agremiao por Valria Souza

Segundo dia de Carnaval vai tremer a Sapucaí
Segundo dia de Carnaval vai tremer a Sapucaí (Foto: VANESSA CARVALHO/AGÊNCIA ESTADO)

Valéria Souza _247 - Seis escolas serão as estrelas do segundo dia de desfiles do Grupo Especial, segunda-feira (20), na Sapucaí. Nesta ordem, São Clemente, União da Ilha do Governador, Acadêmicos do Salgueiro, Estação Primeira de Mangueira, Unidos da Tijuca e Acadêmicos do Grande Rio se apresentam hoje. E para você saber um pouco mais do que será visto no Sambódromo, o 247 conta detalhes dos desfiles e dá a ficha técnica de cada agremiação.

- Completando 50 anos de estrada, a São Clemente abre a noite às 21h. Na Avenida, a escola conta a história de grandes musicais. O enredo começa com um baile de máscaras, fazendo referência ao “Fantasma da Ópera”. Os musicais internacionais “Cats”, “A Bela e a Fera”, “A Noviça Rebeldes” e “Cabaré” serão retratados na passarela do samba.

Ficha técnica

Cores: Amarelo e preto

Enredo: “Uma aventura musical na Sapucaí”

Carnavalesco: Fábio Ricardo

Intérprete: Igor Sorriso

Rainha de Bateria: Bruna Almeida

Mestre-sala: Bira

Porta-bandeira: Denadir

- A União da Ilha do Governador é a segunda escola a pisar na Avenida. A agremiação vai retratar a cultura britânica e as Olimpíadas de Londres de 2012, mas fazendo ponte com o Brasil, claro. Os versos do enredo são bem divertidos, como na parte de temperar com molho inglês a feijoada ou misturar chá com cachaça, por exemplo. Os heróis Rei Artur, Robin Hood e James Bond, o grupo Beatles, a cultura celta, a era Vitoriana e os personagens de “Alice no país das maravilhas” são algumas das referências nas alegorias.

Ficha técnica

Cores: Azul, vermelho e branco

Enredo: “De Londres ao Rio: Era uma vez... uma Ilha”

Carnavalesco: Alex de Souza

Intérprete: Ito Melodia

Rainha de Bateria: Bruna Bruno

Mestre-sala: Ronaldinho

Porta-bandeira: Verônica Lima

- Terceira escola a desfilar, o Salgueiro terá a literatura de cordel como fonte de inspiração este ano. O abre-alas vai representar uma feira medieval, com referências nordestinas. Reis, rainhas, cavaleiros, cangaceiros e mamulengos vão mostrar juntos o folclore. Um dos carros representará o conto da literatura de cordel “O pavão misterioso”, de José Camelo de Melo Rezende. E na bateria, os ritmistas estarão fantasiados de Lampião. Aliás, sanfona e triângulos vão se juntar à bateria para misturar samba com baião. Claro que a mula-sem-cabeça, o boitatá e o lobisomem não vão faltar.

Ficha técnica

Cores: Vermelho e branco

Enredo: “Cordel Branco e Encarnado”

Carnavalescos: Renato Lage e Márcia Lage

Intérpretes: Renato Quinho, Serginho do Porto e Leonardo Bessa

Rainha de Bateria: Viviane Araújo

Mestre-sala: Sidclei

Porta-bandeira: Gleice Simpatia

- A Estação Primeira de Mangueira será a quarta escola a dar show! A Verde e Rosa irá homenagear o Cacique de Ramos, um dos blocos mais tradicionais do Rio e que completou 50 anos em 2011. A escola promete reviver o clima dos carnavais de rua e as festas populares do bairro de Ramos, na Zona Norte. Uma das alegorias trará uma representação da Igreja da Penha e sua famosa escadaria. No carro abre-alas, os espectadores vão apreciar uma imponente escultura de quase dez metros de altura do cacique. E um dos pontos altos do desfile será o encontro do Cacique de Ramos com o bloco Bafo da Onça.

Ficha técnica

Cores: Verde e rosa

Enredo: “Vou festejar! Sou Cacique, sou Mangueira”

Carnavalesco: Cid Carvalho

Intérpretes: Luizito, Zé Paulo Sierra e Ciganery

Rainha de Bateria: Renata Santos

Mestre-sala: Raphael Rodrigues

Porta-bandeira: Marcella Alves

- A Unidos da Tijuca será a penúltima escola a se apresentar no sambódromo. O Rei do Baião, Luiz Gonzaga, é a inspiração no desfile. O público vai conhecer a cultura nordestina e as músicas de Luiz Gonzaga, falando do sertão nordestino, do rio São Francisco, das lavadeiras e da festa do vaqueiro. Uma das alegorias irá representar o mercado de artesanato, com 11 gangorras e um carrossel.

Ficha técnica

Cores: Amarelo ouro e azul pavão

Enredo: “O dia em que toda a realeza desembarcou na Avenida para coroar o Rei Luiz do sertão”

Carnavalesco: Paulo Barros

Intérprete: Bruno Ribas

Rainha de Bateria: Gracyanne Barbosa

Mestre-sala: Marquinhos

Porta-bandeira: Giovanna

- E a festa na Sapucaí termina com a Acadêmicos do Grande Rio. A última escola quer emocionar o público com histórias de superação – a agremiação perdeu tudo após incêndio no seu barracão na Cidade do Samba em 2011. O desfile da Grande Rio foi dividido em seis setores. O primeiro, no abre-alas, trará anjos e símbolos celestiais que vão falar da superação através da fé. Outros setores vão tratar da vitória de pessoas que sofreram algum vício, de artistas que se tornaram símbolo de superação, como o cantor Ray Charles e Grande Otelo, e da superação de atletas paraolímpicos. E muito mais!

Ficha técnica

Cores: Vermelho, verde e branco

Enredo: “Eu acredito em você. E você?”

Carnavalesco: Cahe Rodrigues

Intérprete: Wantuir

Rainha de Bateria: Ana Furtado

Mestre-sala: Luiz Felipe

Porta-bandeira: Squel

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247