Seu Jorge é condenado a pagar R$ 500 mil para família de Mário Lago

Segundo os herdeiros de Mário Lago, o cantor utilizou trechos da música "Ai, que saudades da Améllia", composta por Lago em parceria com Ataulfo Alves, sem os devidos créditos e pagamento de direitos autorais na canção "Mania de Peitão"

(Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Do Conjur - O juízo da 29ª Vara Cível do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro decidiu condenar o cantor e compositor Seu Jorge, a gravadora Universal Music e a produtora Cafuné Produções a pagar R$ 500 mil de indenização aos herdeiros do compositor Mário Lago (1911-2012).

A decisão da última sexta-feira (28/5) foi provocada por ação da família de Lago que tramitava desde 2007. Os herdeiros alegam que Seu Jorge utilizou trechos da música "Ai, que saudades da Améllia", composta por Lago em parceria com Ataulfo Alves, sem os devidos créditos e pagamento de direitos autorais na canção "Mania de Peitão". 

Seu Jorge, a gravadora e a produtora já haviam sido condenados a indenizar os herdeiros do compositor em 2019, mas a decisão foi anulada por decisão da 4ª Câmara Cível do TJ-RJ. Na ocasião, os desembargadores entenderam que a mudança dos advogados de defesa durante a tramitação do processo não deu oportunidade de os réus apresentarem defesa.

O caso retornou ao juízo da 29ª Vara Cível, que após apresentação da defesa, confirmou a condenação.  

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email