Temer vai nomear filha de Roberto Jefferson como ministra da Cultura

Em um esforço para acomodar aliados do Centrão —e assim conseguir votos para o livrar da denúncia de corrupção passiva no Plenário da Câmara—, Michel Temer está promovendo uma redistribuição de cargos; O toma-lá dá-cá chegou ao Ministério da Cultura, que será entregue à deputada Cristiane Brasil, filha do ex-deputado e protagonista do mensalão, Roberto Jefferson, presidente nacional do PTB; em mais um encontro fora da agenda oficial, Temer recebeu a dupla no Palácio do Planalto nesta quarta à noite, onde discutiram os últimos detalhes do acerto

Plenário do Congresso Nacional durante sessão solene destinada a homenagear os 61 anos da morte de Getúlio Vargas. Em discurso, deputada federal e presidente nacional do PTB, Cristiane Brasil. Foto: Geraldo Magela/Agência Senado
Plenário do Congresso Nacional durante sessão solene destinada a homenagear os 61 anos da morte de Getúlio Vargas. Em discurso, deputada federal e presidente nacional do PTB, Cristiane Brasil. Foto: Geraldo Magela/Agência Senado (Foto: Giuliana Miranda)

247 - Para se livrar da denúncia por corrupção passiva no plenário da Câmara, Michel Temer escancarou a velha prática fisiológica de trocar cargos por votos para permanecer no Planalto. 

Na noite de quarta-feira, em mais um encontro fora da agenda oficial Temer recebeu no Palácio do Planalto o presidente nacional do PTB, Roberto Jefferson, e sua filha, a deputada Cristiane Brasil (PTB-RJ). Cotada para assumir o Ministério da Cultura, ela confirmou que o tema foi tratado na reunião.

— Acredito que a Cultura será resolvida em breve, não vai ficar muito tempo sem uma cabeça — disse, sem garantir se será a nova titular da pasta. — Pode não ser eu, pode ser outra pessoa — desconversou.

Um dirigente de um dos partidos do centrão, grupo que mais pressiona o governo para aumentar a participação no governo, disse que é “óbvio” e já “acertado no governo” que, passada a votação da denúncia no plenário, os espaços serão redefinidos de acordo com o apoio recebido por Temer.

As informações são de reportagem de Letícia Fernandes e Júnia Gama em O Globo.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247