Taís Araújo fala sobre a importância de resgatar sua identidade negra

"Durante muito tempo não queria tocar nesse assunto. Mas com a maturidade entendi que isso tem importância. Que talvez esteja me tornando essa pessoa que abre caminho para outras", diz a atriz, casada com o ator Lázaro Ramos

Taís Araújo
Taís Araújo (Foto: Divulgação/TV Globo)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – Em entrevista ao jornalista Thomas Traumann, a atriz Taís Araújo fala sobre a importância do resgate de sua identidade negra. "Durante muito tempo não queria tocar nesse assunto. Mas com a maturidade entendi que isso tem importância. Qual era a referência negra que tive na minha infância e adolescência? Nenhuma. Tenho essa lacuna na construção da minha identidade, porque não via ninguém com as minhas características ocupando vários lugares. Talvez esteja me tornando essa pessoa que abre caminho para outras", diz ela.

"Tem a questão das meninas olharem para mim e se sentirem possíveis, mas a minha história pessoal  é de exceção. Meu pai é economista, minha mãe é pedagoga. São os únicos da família da faixa etária deles que tem curso superior. Isso foi um diferencial gigantesco na minha família. A educação dos meus pais é que fez a transformação. A minha irmã é médica, eu sonhava em ser diplomata e sou atriz.  Quando olho as mulheres parecidas comigo, a maioria esmagadora não teve as possibilidades que eu tive. E minha irmã é uma completa exceção na área dela", pontua ainda a atriz.

"Hoje entendo que assumir o cabelo do jeito que ele é, apropriar-se das suas origens, é honrar sua ancestralidade. Porque a história do Brasil é o tempo todo a negação de ser brasileiro. Desde os povos indígenas, até as pessoas que foram sequestradas no continente africano e trazidas para serem escravizadas, a história é negar, negar, negar as nossas origens o tempo inteiro", afirma.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247