Volver causa polêmica ao cutucar o manguebeat

Banda pernambucana rejeita herana de Chico Science em sua nova cano, Mangue Beatle, e desperta reao de fs que chegaram a invadir o site do grupo

Volver causa polêmica ao cutucar o manguebeat
Volver causa polêmica ao cutucar o manguebeat (Foto: Divulgação)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Lucas Reginato _247 - A história se arrastou pelos últimos dias e chegou ao auge quando fãs do manguebeat invadiram o site oficial do Volver e colocaram tarjas com dizeres como “Respeite o Mangue”. A polêmica começou quando a banda, pernambucana assim como Chico Science, lançou a canção “Mangue Beatle”, que rejeita a ideia de que todo artista nascido no estado tem que erguer a bandeira do movimento originado há 20 anos.

De fato, a crítica entoada pelo vocalista Bruno Souto é clara e faz referências diretas ao manguebeat. “Essa lama nos seus dedos não traduz o meu desejo”, cantam em referência a canção “Da Lama ao Caos”, um dos hinos do Nação Zumbi. A rejeição, aliás, à herança de seus conterrâneos fica evidente na primeira frase da canção: “eu não sou um caranguejo”, em contraponto ao “Manifesto dos Caranguejos com Cérebro”, escrito por Fred Zero Quatro e tido como uma das pedras fundamentais do Manguebeat.

Embora ideologia e mesmo a musicalidade do Volver, que se assemelha mais ao rock inglês, não sejam herdados de Chico Science, a banda faz questão de reforçar que não é por isso que rejeitam o seu estado – durante todo o clipe, a bandeira de Pernambuco é o pano de fundo para a apresentação da banda.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247