A luta de Abilio para não se aposentar

Embora tenha que entregar em junho o comando do Po de Acar para o Casino, ele tenta ficar com o Ponto Frio e as Casas Bahia

A luta de Abilio para não se aposentar
A luta de Abilio para não se aposentar (Foto: DIVULGAÇÃO)

247 – Bilionário, realizado e quase octagenário, o empresário Abílio Diniz quer continuar trabalhando. Em junho, por força de um contrato assinado alguns anos atrás, ele terá que entregar o comando do Pão de Açúcar para o grupo francês Casino, mas tenta resistir. No ano passado, ele tentou organizar uma fusão com o Carrefour, que lhe permitira preserva o comando, mas a operação foi bombardeada pela opinião pública, em função do empurrão de R$ 4,5 bilhões que viria do BNDES.

Agora, ele tem outro plano. Como o Pão de Açúcar parece ter sido perdido, ele tenta preservar o comando do Ponto Frio e das Casas Bahia. Vão-se os anéis, ficam os dedos. A informação foi divulgada pela revista Veja em sua seção Radar. Esse seria um dos possíveis desfechos do embate entre o empresário brasileiro e o Casino.

O contrato entre Diniz e o Casino – sócios no Pão de Açúcar – prevê que, em junho deste ano, o brasileiro terá de entregar o controle ao grupo francês presidido por Jean Charles Naouri. A data foi estabelecida em 2005, quando Naouri comprou, por 2 bilhões de reais, o direito de assumir o controle do maior rede varejista do Brasil. O que se desenha é um modelo para que se faça uma cisão de ativos: assim o Casino ficaria com os supermercados e Abílio com as lojas de eletrônicos.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247