Abílio Diniz: crise é mais política que econômica

Durante congresso sobre gerenciamento de crise para empresários do setor de varejo, o empresário Abilio Diniz, presidente da Brasil Foods, afirmou nesta terça-feira, 25, que o cenário econômico brasileiro não é o pior já enfrentado na história do País e nem o Brasil está sozinho na crise; Abílio foi enfático ao dizer que a crise é "fundamentalmente política, muito mais do que econômica", e pediu a "união" dos brasileiros; "A hora em que superarmos a crise política através de união dos brasileiros, vamos superar crise com certeza"

www.brasil247.com - Durante congresso sobre gerenciamento de crise para empresários do setor de varejo, o empresário Abilio Diniz, presidente da Brasil Foods, afirmou nesta terça-feira, 25, que o cenário econômico brasileiro não é o pior já enfrentado na história do País e nem o Brasil está sozinho na crise; Abílio foi enfático ao dizer que a crise é "fundamentalmente política, muito mais do que econômica", e pediu a "união" dos brasileiros; "A hora em que superarmos a crise política através de união dos brasileiros, vamos superar crise com certeza"
Durante congresso sobre gerenciamento de crise para empresários do setor de varejo, o empresário Abilio Diniz, presidente da Brasil Foods, afirmou nesta terça-feira, 25, que o cenário econômico brasileiro não é o pior já enfrentado na história do País e nem o Brasil está sozinho na crise; Abílio foi enfático ao dizer que a crise é "fundamentalmente política, muito mais do que econômica", e pediu a "união" dos brasileiros; "A hora em que superarmos a crise política através de união dos brasileiros, vamos superar crise com certeza" (Foto: Aquiles Lins)


247 - O empresário Abilio Diniz, presidente da Brasil Foods, afirmou nesta terça-feira, 25, durante um congresso em São Paulo, que o cenário econômico brasileiro não é o pior já enfrentado na história do País e nem o Brasil está sozinho na crise

Abilio avaliou que a China está "sofrendo um tranco" e disse que o momento que vive o país asiático afeta o mundo inteiro. "O governo chinês não divulga muito o que esta acontecendo, fui pra lá pra trabalhar com o Carrefour e, de fato, a China está sofrendo um tranco pesado", afirmou. "Vamos ver como vai ser a aterrissagem, se vai ser 'soft' ou mais barulhenta, mas o tamanho da China faz com que isso mexa com o mundo inteiro", acrescentou.

Sobre a situação do Brasil, o empresário foi enfático ao dizer que a crise é "fundamentalmente política, muito mais do que econômica". "Se tivermos tranquilidade política, a crise se resolve, não com grande facilidade, mas se resolve", completou.

Na avaliação de Abilio, os fundamentos da economia brasileira seguem sendo sólidos e investidores estrangeiros mantém interesse no País uma vez que "o Brasil está barato". "O nosso déficit é baixo, é claro que tem que ser estancado, mas é pequeno e ainda há fundamentos sólidos da economia", completou. O empresário pediu "união" dos brasileiros. "A hora em que superarmos a crise política através de união dos brasileiros, vamos superar crise com certeza".

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email