Acossado pela crise, brasileiro já sacou R$ 9,9 bi da poupança em 2017

Recessão econômica e desemprego elevado decorrentes da política econômica do governo Michel Temer fizeram com que o brasileiro raspasse R$ 9,955 bilhões da caderneta de poupança no acumulado dos sete primeiros meses do ano; em julho porém,a aplicação teve entrada líquida de R$ 2,336 bilhões de reais, segundo o Banco Central; desempenho mensal foi favorecido pela liberação de saques de contas inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS)

casa da moeda
dinheiro
notas
casa da moeda dinheiro notas (Foto: Paulo Emílio)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Reuters - A caderneta de poupança teve entrada líquida de 2,336 bilhões de reais em julho, divulgou o Banco Central nesta sexta-feira, terceiro desempenho consecutivo no azul, favorecido pela liberação de saques de contas inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).

O resultado foi o melhor para o mês desde 2014, quando o ingresso foi de 4,029 bilhões de reais. Em julho, os depósitos superaram os saques em 1,104 bilhão de reais no Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE), enquanto na poupança rural houve entrada de 1,232 bilhão de reais.

No acumulado dos sete primeiros meses do ano, no entanto, houve saída líquida de 9,955 bilhões de reais.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247