Além de Justiça, Itamaraty aceita cooperação de EUA em setores estratégicos do Brasil

Comitiva norte-americana fechou acordos para o Brasil compartilhar dados e tecnologia, além de investigações; reportagem de Patricia Faermann no Jornal GGN

Comitiva norte-americana fechou acordos para o Brasil compartilhar dados e tecnologia, além de investigações; reportagem de Patricia Faermann no Jornal GGN
Comitiva norte-americana fechou acordos para o Brasil compartilhar dados e tecnologia, além de investigações; reportagem de Patricia Faermann no Jornal GGN (Foto: Gisele Federicce)

Jornal GGN - A visita do vice-secretário de Estado dos Estados Unidos, John J. Sullivan, ao Brasil, nesta terça-feira (22), parecia tratar das recentes posições de ambos os países ao não reconhecer as eleições na Venezuela, que garantiram no último domingo (20) a vitória de Nicolás Maduro.

Mas o resultado do encontro com o embaixador Marcos Galvão, que substituiu Aloysio Nunes na agenda do Itamaraty, trouxe outro anúncio, ainda mais impactante para as relações internacionais e a soberania brasileira: a criação de um Foro Permanente de Segurança Brasil-EUA.

Leia aqui a íntegra.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247