Anatel quer contratar empresa por R$ 15 milhões sendo que o mesmo serviço já é prestado por R$ 2 milhões

Anatel quer contratar uma empresa para medir a qualidade do serviço de internet fornecido pelas teles. As operadoras já desenvolveram há oito anos um aplicativo que tem a mesma função

(Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) quer pagar R$ 14, 924 milhões a uma empresa pelo serviço de monitoramente da qualidade do serviço de internet fornecido pelas teles sendo que, há oito anos, operadoras desenvolveram um aplicativo que cumpre a mesma função pelo valor de R$ 2 milhões, por determinação da própria Anatel.

Para a aprovação da contratação é preciso o aval da maioria do Conselho Diretor da Anatel. O relator do caso, o presidente do órgão, Leonardo Euler de Morais, deu voto favorável.

Há suspeitas de que apenas uma empresa, a P3, seria capaz de prestar o serviço soliitado pela Anatel, já que a instituição exige que a medição da qualidade da internet oferecida pelas operadoras seja feira por dois métodos distintos. As empresas que atuam no Brasil utilizam apenas um método. O fato traz polêmica ao assunto.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247