Após apagão, ministro quer acelerar privatização da Eletrobras

Após um apagão deixar 13 estados e mais de 70 milhões de pessoas sem energia elétrica esta semana, o Ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho Filho, avaliou que o governo Michel Temer conseguirá aprovar uma reforma na regulamentação do setor elétrico e também a privatização da Eletrobras mesmo após sua saída da pasta, no começo de abril

Brasília - O ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho Filho durante o Seminário Sobre o Setor Elétrico (Antônio Cruz/Agência Brasil)
Brasília - O ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho Filho durante o Seminário Sobre o Setor Elétrico (Antônio Cruz/Agência Brasil) (Foto: Paulo Emílio)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Reuters - O ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho Filho, avaliou nesta sexta-feira que o governo conseguirá aprovar uma reforma na regulamentação do setor elétrico e também a privatização da Eletrobras mesmo após sua saída da pasta, no começo de abril.

Ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho Filho, durante coletiva de imprensa no Rio de Janeiro 27/10/2017 REUTERS/Pilar Olivares
"A informação que tenho é a de que o deputado Fabio Garcia (DEM-MT) está se movimentando para ver se consegue instalar a comissão (para analisar projeto de lei) da reforma do setor (na Câmara) na semana que vem", disse Coelho Filho a jornalistas após participar de evento da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE) em São Paulo nesta sexta-feira.

Por Luciano Costa

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247