Após ceder a militares, governo diz que outras categorias não terão aumento

Secretário especial de Previdência e Trabalho, Rogério Marinho, admitiu que haverá pressão de outras categorias para ajuste salarial após a proposta de reforma da aposentadoria dos militares com reestruturação de carreiras, mas descartou a possibilidade de isso acontecer; segundo ele, não há espaço fiscal para conceder nenhum outro ajuste salarial a qualquer outra carreira

Após ceder a militares, governo diz que outras categorias não terão aumento
Após ceder a militares, governo diz que outras categorias não terão aumento (Foto: JBatista/Camara dos Deputados)

Reuters - O secretário especial de Previdência e Trabalho, Rogério Marinho, admitiu nesta quinta-feira que haverá pressão de outras categorias para ajuste salarial após a proposta de reforma da aposentadoria dos militares com reestruturação de carreiras, mas descartou a possibilidade de isso acontecer.

Falando a jornalistas antes de evento no Rio de Janeiro, Marinho afirmou que não há espaço fiscal para conceder nenhum outro ajuste salarial a qualquer outra carreira.

Reportagem de Rodrigo Viga Gaier

Conheça a TV 247

Mais de Economia

Ao vivo na TV 247 Youtube 247