Após recordes, dólar tem 1ª queda semanal do ano com BC vendendo moeda

O dólar fechou na maior queda em quase duas semanas ante o real nesta sexta-feira, chegando a perder o suporte de 4,30 reais apenas um dia depois de bater recorde acima de 4,38 reais

(Foto: Foto: Reuters)

SÃO PAULO (Reuters) - O dólar fechou na maior queda em quase duas semanas ante o real nesta sexta-feira, chegando a perder o suporte de 4,30 reais apenas um dia depois de bater recorde acima de 4,38 reais, com o mercado interpretando novo leilão de swap cambial do Banco Central como indicativo de que a depreciação recente da taxa de câmbio pode ter sido rápida demais.

O real teve o melhor desempenho entre as principais moedas nesta sessão, depois de dias liderando as perdas. A queda do dólar na quinta e nesta sexta fez a moeda acumular baixa na semana, quebrando uma sequência de seis semanas de valorização.

O dólar à vista terminou em queda de 0,79%, a 4,3012 reais na venda —maior desvalorização diária desde 3 de fevereiro (-0,86%). Na mínima do dia, a cotação desceu a 4,2924 reais.

Na semana, o dólar recuou 0,46%, primeira queda semanal em 2020.

Na B3, o dólar futuro tinha baixa de 1,23% nesta sexta, a 4,2995 reais.

Por José de Castro

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247