Após reunião entre Temer e líder indiano, Maggi diz que país é "muito protecionista"

Ministro da Agricultura, Blairo Maggi, classificou a Índia como um país "muito protecionista" e afirmou que o país precisa "retirar as barreiras fitossanitárias" caso queira ser um parceiro estratégico do Brasil; "A Índia, que quer o Brasil como um parceiro estratégico, precisa retirar as barreiras fitossanitárias que aí estão colocadas, porque elas não existem. O que existe é a política de não querer importar ou dar preferência a um outro país que não seja o Brasil", afirmou; declaração aconteceu pouco após Michel Temer reunir-se com o primeiro-ministro indiano Narendra Modi para tratar de investimentos e do comércio bilateral entre as duas nações.

Ministro da Agricultura, Blairo Maggi, classificou a Índia como um país "muito protecionista" e afirmou que o país precisa "retirar as barreiras fitossanitárias" caso queira ser um parceiro estratégico do Brasil; "A Índia, que quer o Brasil como um parceiro estratégico, precisa retirar as barreiras fitossanitárias que aí estão colocadas, porque elas não existem. O que existe é a política de não querer importar ou dar preferência a um outro país que não seja o Brasil", afirmou; declaração aconteceu pouco após Michel Temer reunir-se com o primeiro-ministro indiano Narendra Modi para tratar de investimentos e do comércio bilateral entre as duas nações.
Ministro da Agricultura, Blairo Maggi, classificou a Índia como um país "muito protecionista" e afirmou que o país precisa "retirar as barreiras fitossanitárias" caso queira ser um parceiro estratégico do Brasil; "A Índia, que quer o Brasil como um parceiro estratégico, precisa retirar as barreiras fitossanitárias que aí estão colocadas, porque elas não existem. O que existe é a política de não querer importar ou dar preferência a um outro país que não seja o Brasil", afirmou; declaração aconteceu pouco após Michel Temer reunir-se com o primeiro-ministro indiano Narendra Modi para tratar de investimentos e do comércio bilateral entre as duas nações. (Foto: Paulo Emílio)

247 - O ministro da Agricultura, Blairo Maggi, classificou a Índia como um país "muito protecionista" e afirmou que o país precisa "retirar as barreiras fitossanitárias" caso queira ser um parceiro estratégico do Brasil. A declaração de Maggi aconteceu pouco após Michel Temer reunir-se com o primeiro-ministro indiano Narendra Modi para tratar de investimentos e do comércio bilateral entre as duas nações.

"A Índia, que quer o Brasil como um parceiro estratégico, precisa retirar as barreiras fitossanitárias que aí estão colocadas, porque elas não existem. O que existe é a política de não querer importar ou dar preferência a um outro país que não seja o Brasil", afirmou Maggi durante um evento em Goa, na Índia. O ministro das Relações Exteriores, José Serra, disse que Modi iria se empenhar "sinceramente" na redução das barreiras fitossanitárias.

Serra também citou que uma outra oportunidade comercial está o fornecimento de equipamentos militares e no campo da aviação comercial para a Índia.Após o encontro, Temer disse que o mercado indiano poderá ajudar o Brasil em seu "processo de transformação". "A retomada do crescimento econômico requer presença ativa no Brasil, não só internamente, mas nos principais mercados do mundo. Entre eles, evidentemente, a Índia", afirmou Temer.

 

Conheça a TV 247

Mais de Economia

Ao vivo na TV 247 Youtube 247