Após taxação, China retalia EUA e acirra guerra comercial

A China anunciou a introdução de um imposto de importação de 25% sobre 659 bens dos Estados Unidos, num total de cerca de US$ 50 bilhões, em resposta a movimentos similares dos EUA; no começo do dia, o presidente dos EUA, Donald Trump, disse que o país imporia tarifas de 25% sobre bens de tecnologia de US$ 50 bilhões da China

China EUA
China EUA (Foto: Paulo Emílio)

Sputnik - A China anunciou a introdução de um imposto de importação de 25% sobre 659 bens dos Estados Unidos, num total de cerca de US$ 50 bilhões, em resposta a movimentos similares dos EUA, disse o Ministério das Finanças da China em um comunicado nesta sexta-feira.

No começo do dia, o presidente dos EUA, Donald Trump, disse que os Estados Unidos imporiam tarifas de 25% sobre bens de tecnologia de US$ 50 bilhões da China. Trump acrescentou que se a China se envolver em medidas de retaliação contra essas tarifas, a administração dos EUA buscará tarifas adicionais.

"De acordo com a Lei de Comércio Exterior da República Popular da China e outros atos legislativos, a Comissão de Tarifas Aduaneiras do Conselho de Estado decidiu impor um imposto de importação sobre 659 tipos de bens importados dos Estados Unidos no valor de US$ 50 bilhões", disse o ministério em um comunicado.

O imposto alfandegário sobre 545 itens de bens da lista, no valor de US$ 34 bilhões, será aplicado em 6 de julho. A data de entrada em vigor das tarifas para os produtos remanescentes da lista será publicada posteriormente.

O anúncio de novas tarifas nos EUA e medidas de retaliação chinesas é o episódio mais recente da disputa comercial entre os Estados Unidos e a China.

Conheça a TV 247

Mais de Economia

Ao vivo na TV 247 Youtube 247