Armínio: ‘Não dá para ser otimista com o Brasil’

Ex-presidente do Banco Central do Brasil e sócio-fundador da Gávea Investimentos, o economista Armínio Fraga está preocupado, e diz que "não dá para ser otimista" em relação ao Brasil; Armínio acha "inevitável" que o próximo governo faça mais uma reforma da Previdência, supondo que alguma saia ainda no governo Temer

Ex-presidente do Banco Central do Brasil e sócio-fundador da Gávea Investimentos, o economista Armínio Fraga está preocupado, e diz que "não dá para ser otimista" em relação ao Brasil; Armínio acha "inevitável" que o próximo governo faça mais uma reforma da Previdência, supondo que alguma saia ainda no governo Temer
Ex-presidente do Banco Central do Brasil e sócio-fundador da Gávea Investimentos, o economista Armínio Fraga está preocupado, e diz que "não dá para ser otimista" em relação ao Brasil; Armínio acha "inevitável" que o próximo governo faça mais uma reforma da Previdência, supondo que alguma saia ainda no governo Temer (Foto: Romulo Faro)

247 - Ex-presidente do Banco Central do Brasil e sócio-fundador da Gávea Investimentos, o economista Armínio Fraga está preocupado, e diz que "não dá para ser otimista" em relação ao Brasil.

Em entrevista ao jornal O Estado de São Paulo, Armínio diz que acha "inevitável" que o próximo governo faça mais uma reforma da Previdência, supondo que alguma saia ainda no governo Temer.

Ele defende "uma mudança geral na política de recursos humanos do governo", que envolva inclusive a estabilidade do funcionalismo.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247