Banco do Brasil e Itaú cortam juros após Copom reduzir Selic para 6% ao ano

A Caixa Econômica Federal já havia anunciado redução de taxas para pessoas físicas e jurídicas durante a tarde desta quarta

Lucro do Banco do Brasil cresce 22,3% no trimestre e vai a R$ 3,24 bi
Lucro do Banco do Brasil cresce 22,3% no trimestre e vai a R$ 3,24 bi (Foto: REUTERS/Pilar Olivares)

247 - O Banco do Brasil e Itaú Unibanco anunciaram o corte nas taxas de empréstimos para pessoas físicas e empresas, depois que o Comitê de Política Monetária do Banco Central (Copom) reduzir a taxa básica Selic para 6% ao ano nesta quarta-feira (31).

A Caixa Econômica Federal já havia comunicado a diminuição de suas taxas para pessoas físicas e jurídicas durante a tarde desta quarta.

No caso do BB, os cortes foram no crédito para pessoas físicas, jurídicas e financiamento imobiliário, em taxas que passam a valer na próxima segunda (5). No crédito imobiliário, a taxa mínima no (Sistema Financeiro de Habitação (SFI) cairá de 8,49% para 8,29%. O SFI abrange imóveis até R$ 1,5 milhão e permite o uso do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). Haverá redução ainda na linha de carteira hipotecária, em que os juros cairão de 8,85% para 8,65%.

Já o Itaú Unibanco afirmou que repassará integralmente, a partir de segunda, o corte de 0,5 ponto percentual na Selic. As diminuições se darão no crédito para pessoas físicas e em capital de giro para empresas. A instituição financeira não quis informar as taxas de juros cobradas hoje nas duas linhas.

Conheça a TV 247

Mais de Economia

Ao vivo na TV 247 Youtube 247