Bancos devem ter que alongar dívidas do varejo por mais tempo, diz Bradesco

O presidente-executivo do Bradesco, Octavio de Lazari, os bancos brasileiros devem estender novamente os pagamentos da dívida de varejo, diante da crise econômica com o novo coronavírus

Comércio do Rio de Janeiro
Comércio do Rio de Janeiro
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Reuters - Os bancos brasileiros devem ter que estender novamente os pagamentos da dívida de varejo, considerando ser improvável que os consumidores e as pequenas empresas possam pagá-lo em dois meses, disse quarta-feira o presidente-executivo do Bradesco, Octavio de Lazari.

Em março, os bancos brasileiros interromperam cobranças de dívidas no varejo por dois meses, em meio à crise causada pelo novo coronavírus. Lazari disse que os bancos podem suspender as dívidas por até seis meses sem serem obrigados a fazer provisões para eles.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email