BC pode dar incentivo para aquecer venda de carros

Para evitar o desemprego em montadoras, governo incentiva a criação de um Fundo de Investimentos em Direitos Creditórios (Fidc), no valor de R$ 5 bilhões, destinado a comprar carteiras de crédito dos bancos de montadoras; além de reduzir a necessidade de requerimento de capital dos bancos para operações de aquisição de veículos

Para evitar o desemprego em montadoras, governo incentiva a criação de um Fundo de Investimentos em Direitos Creditórios (Fidc), no valor de R$ 5 bilhões, destinado a comprar carteiras de crédito dos bancos de montadoras; além de reduzir a necessidade de requerimento de capital dos bancos para operações de aquisição de veículos
Para evitar o desemprego em montadoras, governo incentiva a criação de um Fundo de Investimentos em Direitos Creditórios (Fidc), no valor de R$ 5 bilhões, destinado a comprar carteiras de crédito dos bancos de montadoras; além de reduzir a necessidade de requerimento de capital dos bancos para operações de aquisição de veículos (Foto: Roberta Namour)

247 – A pedido do governo, o Banco Central avalia aprovar medidas de incentivo à oferta de crédito para a venda de automóveis e de socorro às montadoras. Para o Planalto, o objetivo é evitar o desemprego.

De um lado, é estudada a criação de um Fundo de Investimentos em Direitos Creditórios (Fidc), no valor de R$ 5 bilhões, destinado a comprar carteiras de crédito dos bancos de montadoras. Outra sugestão é a redução da necessidade de requerimento de capital dos bancos para operações de aquisição de veículos.

No final do mês, o benefício do IPI está previsto para terminar. O governo ainda não se manifestou sobre uma prorrogação porque também espera que as montadoras façam a sua parte reduzindo suas margens de lucro.

Leia aqui na matéria de Claudia Safatle sobre o assunto.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247