BC prepara real digital para 2022

Diferentemente das criptomoedas, o real digital não será descentralizado. A moeda será controlada pelo BC

www.brasil247.com -
(Foto: Reuters/Amanda Perobelli)


247 - O Banco Central lançou na semana passada um laboratório para avaliar projetos com o "real digital", e prevê testes específicos a partir de 2022. O anúncio vem na esteira do sucesso do Pix e da tecnologia blockchain. 

Programar uma geladeira inteligente para comprar produtos sozinha, baratear a criação de contratos de empréstimos personalizados e integração com sistemas de pagamentos internacionais são algumas das novas fronteiras estudadas pelo BC. 

O novo serviço tende a demorar mais que o Pix para chegar nas mãos do consumidor, devido à dificuldade de desenvolvimento do novo ambiente financeiro. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

“É quase como se estivéssemos fazendo mais um sistema financeiro para funcionar acoplado ao que temos hoje”, destaca o coordenador dos trabalhos sobre o real digital no BC, Fabio Araujo.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Diferentemente das criptomoedas, o real digital não será descentralizado. A moeda será controlada pelo BC e será reconhecida oficialmente como moeda brasileira. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

“Muitos bancos centrais pretendem melhorar o sistema de pagamentos ou trazer acesso aos não bancarizados. Não é o caso do Brasil, que já tem o Pix. O BC quer uma maior eficiência de troca em um mundo digital”, explica Marcos Viriato, presidente da Parfin, fintech global de criptomoedas. (Com informações do Estadão).

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email