BC sinaliza fim do ciclo de cortes nos juros

O Banco Central indicou que a piora no cenário internacional e a retomada mais consistente da atividade são fatores que contribuem para o fim do ciclo de queda da taxa básica de juros, segundo ata do Comitê de Política Monetária (Copom) divulgada nesta quinta-feira, 15; na semana passada, o BC desacelerou o passo e cortou a taxa básica de juros em 0,25 ponto percentual, ao novo patamar recorde de 6,75 por cento ao ano, e sinalizou o fim do ciclo de afrouxamento na Selic devido à melhor recuperação da atividade econômica no país.

Homem passa pela logomarca do Banco Central na sede do banco em Brasí­lia. 15/01/2014 REUTERS/Ueslei Marcelino
Homem passa pela logomarca do Banco Central na sede do banco em Brasí­lia. 15/01/2014 REUTERS/Ueslei Marcelino (Foto: Aquiles Lins)

BRASÍLIA (Reuters) - O Banco Central indicou que a piora no cenário internacional e a retomada mais consistente da atividade são fatores que contribuem para o fim do ciclo de queda da taxa básica de juros, segundo ata do Comitê de Política Monetária (Copom) divulgada nesta quinta-feira.

“A evolução da conjuntura em linha com o cenário básico do Copom, a recuperação mais consistente da economia e uma piora no cenário internacional favoreceriam a interrupção do processo de flexibilização”, trouxe o documento, em trecho sobre a discussão dos membros do comitê sobre os próximos passos a serem tomados pela autoridade monetária.

Na semana passada, o BC desacelerou o passo e cortou a taxa básica de juros em 0,25 ponto percentual, ao novo patamar recorde de 6,75 por cento ao ano, e sinalizou o fim do ciclo de afrouxamento na Selic devido à melhor recuperação da atividade econômica no país.

Conheça a TV 247

Mais de Economia

Ao vivo na TV 247 Youtube 247