Bolsonaro propõe medida para baratear gás e diz que 'burocratas' serão derrotados

Em postagem nas redes sociais, Bolsonaro diz ter determinado um estudo para criar locais especializados para se encher botijões de gás, a fim de reduzir as distâncias das viagens do produto. "Nessa guerra o inimigo a ser derrotado serão os burocratas (sem dificuldade da minha parte), e os 'especialistas'", diz ele

Bolsonaro e botijões de gás
Bolsonaro e botijões de gás (Foto: Agência Brasil - EBC)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Jair Bolsonaro postou em suas redes sociais uma proposta para reduzir o preço do botijão de gás doméstico. Ele diz ter determinado com urgência a realização de um estudo para "criar locais especializados para se encher botijões de gás". Desta forma, "essa verdadeira viagem do botijão deixaria de existir, teríamos mais competição e o preço cairia".

Segundo ele, "nessa guerra o inimigo a ser derrotado serão os burocratas (sem dificuldade da minha parte), e os 'especialistas', que se dividem em 2 grandes grupos: os idiotas úteis que gostam de aparecer nas TVs e os lobistas (graneiros)". Leia a íntegra do post:

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247