Brasil endividado: 59% da renda anual das famílias é destinada às dívidas

É o maior patamar desde o início da série histórica do Banco Central, iniciada em 2005; situação pode se agravar e impedir a retomada do crescimento econômico

O cartão de crédito gerou as principais dívidas das famílias – 78%, na média de 2020
O cartão de crédito gerou as principais dívidas das famílias – 78%, na média de 2020 (Foto: Pixabay | ABr)
Siga o Brasil 247 no Google News

Revista Fórum - De acordo com dados do Banco Central (BC) o endividamento das famílias brasileiras atingiu picos recordes e já representa 59,9% da renda média anual. É o maior patamar desde o início da série histórica do BC, em 2005.

A inflação alta e a perspectiva de um aperto maior de juros devem afetar ainda mais o orçamento familiar e se tornar um limitador adicional à retomada do crescimento da economia brasileira.

Os dados do BC apontam para o comprometimento mensal de renda das famílias com o pagamento de juros e prestações – incluindo dívidas mais longas, tais como financiamento imobiliário, e outras de curto prazo, como carto de crédito ou parcelamento de compras, chegou em 30,9% em agosto.

PUBLICIDADE

Leia a íntegra na Revista Fórum.

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email