Brasil retorna à época da República Velha, critica Pochmann

O economista Márcio Pochmann criticou o governo Jair Bolsonaro ao dizer que o "Brasil retorna à época da República Velha (1889-1930), com consumo dos ricos dependendo do exterior, já que o receituário neoliberal impõe a saída de empresas de maior tecnologia (automobilística e farmacêutica) e dependência da exportação agropecuária e inchamento dos serviços"

Brasil retorna à época da República Velha, critica Pochmann
Brasil retorna à época da República Velha, critica Pochmann (Foto: Guilherme Santos - Sul 21)

247 - O economista Márcio Pochmann criticou o governo Jair Bolsonaro ao dizer que o "Brasil retorna à época da República Velha (1889-1930), com consumo dos ricos dependendo do exterior, já que o receituário neoliberal impõe a saída de empresas de maior tecnologia (automobilística e farmacêutica) e dependência da exportação agropecuária e inchamento dos serviços".

"Com a crise atual do saopaulismo que foi hegemônico na condução das regiões do país desde a transição para o capitalismo na década de 1890, os governadores do Nordeste se auto organizam para restabelecer novo rumo ao país.Surge, por exemplo, a recriação da Sudene e outras medidas", afirmou.

"Mudança de rumo. No governo do PT, filho de pedreiro podia se formar engenheiro. Agora, três anos após o golpe contra Dilma, engenheiro formado fica desempregado e vira prestador de serviços individual de transporte (Uber)", acrescentou.

Conheça a TV 247

Mais de Economia

Ao vivo na TV 247 Youtube 247