Brics deve criar instituição bancária para a região

Representantes do Brasil, da Rússia, Índia, China e África do Sul aprovaram a ideia nesta segunda-feira, em Durban, na África do Sul; a instituição se destina à mobilização de recursos para o desenvolvimento de países emergentes e deve ser diferente do Banco Mundial e do Fundo Monetário Internacional (FMI)

Brics deve criar instituição bancária para a região
Brics deve criar instituição bancária para a região
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Renata Giraldi
Repórter da Agência Brasil

Brasília – Representantes do Brasil, da Rússia, Índia, China e África do Sul (países que integram o grupo denominado Brics) aprovaram nesta segunda-feira (25), em Durban (na África do Sul), a criação de uma instituição bancária destinada à região. A instituição se destina à mobilização de recursos para o desenvolvimento de infraestrutura e projetos sustentáveis ​na área dos países do Brics e também de mais regiões de economias emergentes. O assunto é tema da cúpula que reúne presidentes e o primeiro-ministro indiano a partir desta terça-feira (26).

Para os representantes do Brics, a instituição bancária a ser criada deve se diferenciar do Banco Mundial e do Fundo Monetário Internacional (FMI). O secretário-geral da União Sul-Africana de Comércio, Zwelinzima Vavi, disse que a expectativa é que o novo banco tome decisões por consenso, adote moeda própria e desenvolva o comércio dos membros do Brics.

A partir de amanhã (26) a presidenta Dilma Rousseff e os presidentes Jacob Zuma (África do Sul), Vladimir Putin (Rússia) e Xi Jinping (China), além do primeiro-ministro da Índia, Manmohan Singh, participarão da 5ª Cúpula do Brics, em Durban. O tema das discussões é Brics e África: Parceria para o Desenvolvimento, Integração e Industrialização.

A ideia é debater a promoção do desenvolvimento inclusivo e sustentável, a reforma das instituições de governança global, caminhos para a paz, segurança e estabilidade globais. Depois da cúpula, os presidentes e o primeiro-ministro participam do debate denominado Liberando o Potencial Africano: a Cooperação entre o Brics e a África em Infraestrutura.

O comércio entre os países do Brics, em 2012, chegou a US$ 282 bilhões. Em 2002, o volume de comércio era de cerca de US$ 27 bilhões. Há estimativas de que possa chegar a mais de US$ 500 bilhões até 2015. O comércio entre o Brasil e países do Brics passou de US$ 7,6 bilhões, em 2002, para US$ 91 bilhões, em 2012 – o equivalente a um aumento de mais de 1000%.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email