Caminhoneiro anuncia greve e diz que governo joga gasolina na fogueira

“Recebi ligações da cidade de um deles que tem ido lá conversar com o governo dizendo pra eu tocar o barco, que estão comigo. Os estados do Norte, do Nordeste também dizem que vão parar. O governo recebe a ala que eles chamam de moderada no Palácio do Planalto, e o movimento que eu represento só cresce. Está molhando a lenha seca na gasolina e jogando na fogueira”, afirmou Dedeco, cuja base é Curitiba e que foi, ao lado de vários apoiadores, um dos mobilizadores da paralisação do ano passado

Caminhoneiro anuncia greve e diz que governo joga gasolina na fogueira
Caminhoneiro anuncia greve e diz que governo joga gasolina na fogueira (Foto: REUTERS/Rodolfo Buhrer)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Do BR2pontos – O ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, recebe o líder caminhoneiro ‘Chorão’ no Palácio do Planalto, mas bloqueou o também caminhoneiro ‘Dedeco’, como é conhecido Wanderlei Alvez, de seu WhatsApp. Por isso, e pela ‘trava’, seguida de recuo e ajuste de 4,8% no preço do óleo diesel, pela Petrobras, na semana passada, a parcela da categoria que segue a liderança de Dedeco está em pé de guerra. Uma greve está convocada para o dia 29 deste mês, em sinal de rompimento da confiança desses profissionais no governo de Jair Bolsonaro. A partir de agora, tudo pode acontecer. Será a ‘greve Lorenzoni’.

Segundo o portal Congresso em Foco, Dedeco está certo de que a greve vai ocorrer – e não será pequena. Ele diz que o governo negocia com os moderados, mas que, por não ser recebido, sua turma foi, na prática, chamada de radical. A química para a combustão está feita.

“Recebi ligações da cidade de um deles que tem ido lá conversar com o governo dizendo pra eu tocar o barco, que estão comigo. Os estados do Norte, do Nordeste também dizem que vão parar. O governo recebe a ala que eles chamam de moderada no Palácio do Planalto, e o movimento que eu represento só cresce. Está molhando a lenha seca na gasolina e jogando na fogueira”, afirmou Dedeco, cuja base é Curitiba e que foi, ao lado de vários apoiadores, um dos mobilizadores da paralisação do ano passado.

Leia mais no BR 2 pontos

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247