'Capitalismo está sob ameaça porque não atendeu às necessidades de muitos', diz ex-economista do FMI

"Acho que o capitalismo está sob grave ameaça porque não conseguiu atender às necessidades de muitos, e quando isso acontece, há muitas revoltas contra o capitalismo", afirma o professor da Universidade de Chicago, nos EUA, Raghuram Rajan, ex-economista-chefe do Fundo Monetário Internacional (FMI)

'Capitalismo está sob ameaça porque não atendeu às necessidades de muitos', diz ex-economista do FMI
'Capitalismo está sob ameaça porque não atendeu às necessidades de muitos', diz ex-economista do FMI
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Em entrevista ao programa Today da rádio BBC, o economista Raghuram Rajan, ex-economista-chefe do Fundo Monetário Internacional (FMI), disse que o capitalismo está "sob uma séria ameaça" porque "parou de prover as massas".

Professor da Universidade de Chicago, nos EUA, Rajan diz que os 'governos não podem mais ignorar a desigualdade social em suas políticas econômicas'.

Para ele, a crise financeira global de 2008 e a adoção de medidas de austeridade - como a emenda 95 do teto que congela os investimentos públicos por 20 anos - cria uma situação de desgaste do modelo econômico.

"Quando isso acontece, as massas se rebelam contra o capitalismo.. Acho que o capitalismo está sob grave ameaça porque não conseguiu atender às necessidades de muitos, e quando isso acontece, há muitas revoltas contra o capitalismo", avalia.

Confira a íntegra da entrevista no site da BBC Brasil.

 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247