Cargill deve investir R$ 600 milhões no Brasil em 2016

Uma das maiores empresas de capital fechado do mundo e quarta maior exportadora do país deverá focar principalmente na área de infraestrutura portuária; "O grupo está no Brasil há 51 anos e todo investimento aqui é de longo prazo. O País é prioridade", disse o presidente da companhia no Brasil, Luiz Pretti; empresa faturou R$ 32,1 bilhões em 2015

Uma das maiores empresas de capital fechado do mundo e quarta maior exportadora do país deverá focar principalmente na área de infraestrutura portuária; "O grupo está no Brasil há 51 anos e todo investimento aqui é de longo prazo. O País é prioridade", disse o presidente da companhia no Brasil, Luiz Pretti; empresa faturou R$ 32,1 bilhões em 2015
Uma das maiores empresas de capital fechado do mundo e quarta maior exportadora do país deverá focar principalmente na área de infraestrutura portuária; "O grupo está no Brasil há 51 anos e todo investimento aqui é de longo prazo. O País é prioridade", disse o presidente da companhia no Brasil, Luiz Pretti; empresa faturou R$ 32,1 bilhões em 2015 (Foto: Paulo Emílio)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 -  A Cargill, uma das maiores empresas de capital fechado do mundo e quarta maior exportadora do país, anunciou investimentos da ordem de R$ 600 milhões no Brasil. Segundo a empresa, a maior parte dos recursos será destinado a melhorias da infraestrutura portuária.

"O grupo está no Brasil há 51 anos e todo investimento aqui é de longo prazo. O País é prioridade", disse o presidente da companhia no Brasil, Luiz Pretti, segundo reportagem de Mônica Scaramuzzo, do Estado de S. Paulo. A Cargill faturou R$ 32,1 bilhões em 2015.

A estimativa da empresa é que a movimentação de grãos em seus terminais, que no ano passado foi de 28 milhões de toneladas, chegue a 160 milhões de toneladas no Terminal de Exportação de Santos (TES), consórcio ganhador do leilão realizado em 2015 em Santos, o maior da América Latina. A Cargill tem participação de 40% no consórcio enquanto os demais 60% festão sob controle da Louis Dreyfus Commodities (LDC).

A empresa também pretende destinar outros R$ 18,5 milhões para o Terminal de Exportação de Açúcar do Guarujá (Teag), em parceria com a Biosev. O maior volume de recursos, cerca de R$ 350 milhões, será aplicado no terminal da Cargill em Paranaguá (PR).

O empreendimento ainda aguarda aprovação por parte da Secretaria Especial dos Portos. Além disso, a companhia também espera concluir ainda neste exercício a ampliação do terminal que possui em Santarém (PA).

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email