Clemente Ganz: proposta de IR de Guedes prejudicará mais ainda os pobres

Diretor-técnico do Dieese, Clemente Ganz Lúcio expôs à TV 247 os malefícios das políticas neoliberais, incluindo as privatizações e taxação de renda dos mais pobres, ideias defendida pela candidatura de Jair Bolsonaro; "A proposta de imposto de renda de Guedes prejudicará mais ainda os pobres", condena; já sobre as privatizações, ele lembra que "as estatais geram lucro para o setor público"; assista

Clemente Ganz: proposta de IR de Guedes prejudicará mais ainda os pobres
Clemente Ganz: proposta de IR de Guedes prejudicará mais ainda os pobres

TV 247 - O sociólogo Clemente Ganz Lúcio, diretor-técnico do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Diesse), concedeu entrevista à TV 247, nesta semana, expondo os malefícios das políticas neoliberais, incluindo as privatizações e taxação de renda dos mais pobres, propostas defendida pelo "guru econômico" de Jair Bolsonaro, o economista Paulo Guedes, entre outros candidatos.

Ganz afirma que, para além de cumprir seu papel social e econômico, as estatais geram lucro para o setor público. “É o Estado brasileiro que se beneficia com isso, chegando a lucrar R$ 20 bilhões por ano”, aponta. “Ao vender uma empresa estatal, o Estado perde a estratégia econômica e deixa de cumprir sua função social, além de perder o lucro”, observa.

Nesta semana, o economista Paulo Guedes, eventual ministro da Fazenda de Bolsonaro, defendeu como proposta uma alíquota única de Imposto de Renda de 20%. O analisa do Dieese critica a proposta, argumentando que o sistema brasileiro tributa mais os pobres do que os ricos. "Quanto mais o indivíduo ganha, mais ele paga imposto", explica. 

Ele considera que Paulo Guedes pretende tributar a renda dos pobres mais ainda. "É uma proposta altamente regressiva", aponta.

Inscreva-se na TV 247 e confira a entrevista:

Conheça a TV 247

Mais de Economia

Ao vivo na TV 247 Youtube 247