CNC: varejo perdará R$ 3,07 bi com feriados de abril

Confederação Nacional do Comércio estima queda de 9,2% na lucratividade do varejo a cada feriado. Considerando-se os dias não úteis de abril, haverá comprometimento de 20,1% do excedente operacional do varejo projetado para o mês. No corte estadual, São Paulo e Rio de Janeiro acusam as maiores perdas

CNC: varejo perdará R$ 3,07 bi com feriados de abril
CNC: varejo perdará R$ 3,07 bi com feriados de abril (Foto: Thyago Arruda / 247)

247 - Os feriados nacionais e estaduais que ocorrerão no final de abril deverão provocar um impacto negativo de R$ 3,07 bilhões no varejo brasileiro, de acordo com cálculos da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC).

Além da Sexta-feira Santa (18 de abril) e do feriado de Tiradentes (21 de abril), no Rio de Janeiro – segundo maior estado em vendas –, 23 de abril não será dia útil devido ao feriado de São Jorge.

Com base nas pesquisas mensais e anuais de comércio e nas contas nacionais trimestrais do IBGE, a Confederação estima que, em termos nacionais, cada feriado provocará um impacto negativo de 9,2% na lucratividade mensal do setor.

A interrupção das vendas no varejo desorganiza o fluxo de caixa das empresas e, em poucos casos, consegue ser compensada nos dias imediatamente anteriores ou posteriores ao feriado.

Por outro lado, a opção pela abertura dos estabelecimentos comerciais nos feriados, embora cada vez mais frequente, acarreta um aumento nos gastos com pessoal, em decorrência do pagamento em dobro da jornada trabalhada no varejo em dias não úteis.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247