Cofres públicos sangram com gastos em publicidade da reforma da Previdência

O governo federal já gastou, desde o final de 2016 R$ 183 milhões em campanhas publicitárias, pesquisas e até em sites que não existem mais, para melhorar a imagem da reforma da Previdência; dessa soma, autorizada no governo Temer, o governo de Bolsonaro já gastou mais de R$ 12 milhões em campanhas sobre o tema

Cofres públicos sangram com gastos em publicidade da reforma da Previdência
Cofres públicos sangram com gastos em publicidade da reforma da Previdência (Foto: Jaélcio Santana)

247 - O governo federal já gastou, desde o final de 2016 R$ 183 milhões em campanhas publicitárias, pesquisas e até em sites que não existem mais, para melhorar a imagem da reforma da Previdência. Dessa soma, autorizada no governo Temer, o governo de Bolsonaro já gastou mais de R$ 12 milhões em campanhas sobre o tema. 

Considerada como a principal medida a aprovar pelo congresso, a reforma da Previdência não é nada popular, o que leva o governo a gastar rios de dinheiro com campanhas publicitárias a fim de torná-la mais palatável.

As informações sobre os gastos com publicidade em favor da reforma da Previdência são do UOL, que indica em reportagem que em 2017 o governo desembolsou R$ 103 milhões. No ano seguinte, o último de sua gestão, Temer pagou R$ 79 milhões. 

A reportagem mostra que a campanha publicitária pagou até por site que não funciona mais.

Leia mais

Ao vivo na TV 247 Youtube 247