Com economia estagnada, produção de petróleo recua 6,4% em junho

Estagnação resultante das políticas econômicas do governo Jair Bolsonaro derrubou em 6,4% a produção de petróleo no país ao longo do mês de junho; segundo dados da ANP, foram produzidos 2,557 milhões de barris de óleo por dia; na comparação com junho do ano passado, a queda chegou a 1,3%.

Sonda da Ocyan na Baía de Guanabara, no Rio de Janeiro.
Sonda da Ocyan na Baía de Guanabara, no Rio de Janeiro. (Foto: REUTERS/Bruno Kelly)

Vitor Abdala, repórter da Agência Brasil - A produção de petróleo no paí caiu 6,4% na passagem de maio para junho. Segundo dados da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), foram produzidos nos campos nacionais 2,557 milhões de barris de óleo por dia. Na comparação com junho do ano passado, a queda chegou a 1,3%.

A produção de gás natural, que somou 111 milhões de metros cúbicos por dia, também caiu 5,8% em relação a maio e 3,3% a junho do ano passado. As quedas na produção de gás e petróleo foram provocadas principalmente pela parada para manutenção da plataforma FPSO Cidade de Mangaratiba, que opera no Campo de Lula.

A produção da camada pré-sal somou 1,551 milhão de barris de petróleo por dia, o que representa 60,7% do total nacional e 62,8 milhões de metros cúbicos de gás natural por dia, 56,6% do total nacional.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247