Com o golpe, volume do crédito imobiliário cai à metade

Se a herança de um PSDB tecnocrata foi maldita, a herança do PSDB golpista será tenebrosa; não há um dado sequer na economia brasileira que possa ser chamado de positivo - e eles tenderão a durar. A nova estatística do desastre é no setor do crédito imobiliário: caiu à metade, após o golpe de Temer-Meirelles-PSDB; para pessoas jurídicas a baixa chega a 80%

Com o golpe, volume do crédito imobiliário cai à metade
Com o golpe, volume do crédito imobiliário cai à metade (Foto: REUTERS/Adriano Machado)

247 - Se a herança de um PSDB tecnocrata foi maldita, a herança do PSDB golpista será tenebrosa. Não há um dado sequer na economia brasileira que possa ser chamado de positivo - e eles tenderão a durar. A nova estatística do desastre é no setor do crédito imobiliário: caiu à metade, após o golpe de Temer-Meirelles-PSDB. Para pessoas jurídicas a baixa chega a 80%. 

A reportagem do jornal Folha de S. Paulo destaca que "o preço médio dos imóveis caiu 19% em relação ao pico de 2014. As taxas de juros estão muito próximas das mínimas históricas. Bancos e empresários do setor imobiliário afirmam que não houve aperto nos critérios para a concessão de crédito para moradias". 

E acrescenta: "no entanto, o total de financiamento imobiliário novo nos últimos 12 meses é 50% menor do que o dinheiro emprestado em 2014 ou 2015, no caso de pessoas físicas. Para pessoas jurídicas, a baixa real (descontada a inflação) é de cerca de 80%". 

 

 

Conheça a TV 247

Mais de Economia

Ao vivo na TV 247 Youtube 247