Comissão aprova rombo gigantesco de Meirelles

A CMO (Comissão Mista do Orçamento) aprovou na noite de terça-feira o aumento das metas de déficit primário do país em 2017 e 2018, e o texto segue agora para votação no plenário do Congresso Nacional; o projeto prevê que o governo central (Tesouro, Banco Central e Previdência) pode registrar rombo primário de até 159 bilhões de reais neste e também no próximo. Antes, as metas eram de 139 bilhões e 129 bilhões de reais, respectivamente

meirelles
meirelles (Foto: Giuliana Miranda)

Da Reuters

SÃO PAULO - A Comissão Mista do Orçamento (CMO) aprovou na noite de terça-feira o projeto de lei que aumenta as metas de déficit primário do país em 2017 e 2018, e o texto segue agora para votação no plenário do Congresso Nacional.

O projeto prevê que o governo central (Tesouro, Banco Central e Previdência) pode registrar rombo primário de até 159 bilhões de reais neste e também no próximo. Antes, as metas eram de 139 bilhões e 129 bilhões de reais, respectivamente.

De acordo com informações das agências de notícias da Câmara e do Senado, o texto recebeu parecer favorável do deputado Marcus Pestana (PSDB-MG), relator do projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), e será votado no plenário do Congresso, última etapa de tramitação, nesta quarta-feira, em sessão marcada para as 13 horas.

Conheça a TV 247

Mais de Economia

Ao vivo na TV 247 Youtube 247