Correção da aposentadoria não vai cobrir inflação

Especialistas dizem que aumento de 10% não vai ser suficiente para suprir perda do poder de compra decorrente da alta de preços

www.brasil247.com -
(Foto: Marcello Casal Jr/Agencia Brasil)


GGN - Os aposentados e pensionistas terão uma correção de 10,06% nos valores recebidos pelo Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS) durante o mês de janeiro – contudo, tal correção não será suficiente para suprir a perda do poder de compra gerada pela inflação.

O reajuste em questão repõe a inflação das famílias mais pobres, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), que recebem um salário mínimo em média – 23,4 milhões dos 36 milhões de cidadãos atendidos pelo INSS recebem um salário mínimo.

Tal reajuste também será aplicado a benefícios como o auxílio doença e as pensões. Desta forma, o teto das aposentadorias passará de R$ 6.443,57 para R$ 7.087,22. Os valores serão repassados a partir de 25 de janeiro.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Leia a íntegra no GGN.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email