De olho no Banco do Brasil, Bank of America diz que País crescerá em 2019

Animado pela declaração de Paulo Guedes, futuro ministro da Economia do governo de Jair Bolsonaro (PSL), que disse acreditar que uma fusão entre o Banco do Brasil e o Bank of America (BofA) aumentaria a competição no setor bancário, levou o economista sênior da instituição financeira norte-americana,  a afirmar que o Brasil será uma "história feliz" de crescimento econômico ao longo de 2019; segundo o BofA, o país deverá crescer 3,5% em 2019, bem acima de previsões feitas por outras instituições, como o FMI

De olho no Banco do Brasil, Bank of America diz que País crescerá em 2019
De olho no Banco do Brasil, Bank of America diz que País crescerá em 2019

247 - Animado pela declaração de Paulo Guedes, futuro ministro da Economia do governo de Jair Bolsonaro (PSL), que disse acreditar que uma fusão entre o Banco do Brasil e o Bank of America (BofA) aumentaria a competição no setor bancário, levou o economista sênior da instituição financeira norte-americana, Aditya Bhave, a afirmar que o Brasil será uma "história feliz" de crescimento econômico ao longo de 2019. Segundo projeções feitas pelo BofA, o país deverá crescer 3,5% em 2019, acima de previsões feitas por outras instituições, como o Fundo Monetário Internacional (FMI), que prevê um crescimento da economia brasileira da ordem de 2,4% no próximo ano.

"O Brasil é uma história feliz em um ambiente de crescimentos fracos", disse Aditya Bhave "O crescimento também vai ser apoiado pela agenda pró-mercado da administração, que deve impulsionar a confiança e o investimento", completou o economista. "Nossa projeção tem como premissas as suposições de que o governo vai ser capaz de aprovar reformas fiscais e que a independência do banco central será aprovada", ressaltou em seguida.

"Uma das razoes pelas quais estamos otimistas é que o Brasil vem de anos fracos, de uma recessão. Em 2018 não foi bem, pelas incertezas eleitorais e a paralisação de caminhoneiros. Há espaço para que o Brasil cresça mais rápido. Há razões, de uma perspectiva cíclica, para ser mais otimista", justificou Bhave.

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247