Delação da Andrade pode tirar Jucá de governo Temer

Acordo de leniência da Andrade Gutierrez, comandada por Otávio Azevedo, revela pagamento de R$ 1 milhão em propina ao senador Romero Jucá (PMDB-RR) nas obras de Belo Monte; Juca vem sendo apontado como o nome mais forte para assumir o Planejamento

Acordo de leniência da Andrade Gutierrez, comandada por Otávio Azevedo, revela pagamento de R$ 1 milhão em propina ao senador Romero Jucá (PMDB-RR) nas obras de Belo Monte; Juca vem sendo apontado como o nome mais forte para assumir o Planejamento
Acordo de leniência da Andrade Gutierrez, comandada por Otávio Azevedo, revela pagamento de R$ 1 milhão em propina ao senador Romero Jucá (PMDB-RR) nas obras de Belo Monte; Juca vem sendo apontado como o nome mais forte para assumir o Planejamento (Foto: Leonardo Attuch)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – O senador Romero Jucá (PMDB-RR) pode esbarrar num problema antes de assumir o Ministério do Planejamento. Tratas-se da Andrade Gutierrez, segundo informa a coluna Expresso:

Os planos de Michel Temer para Romero Jucá no seu eventual governo deverão ficar mais difíceis. No acordo de leniência da empreiteira Andrade Gutierrez na Lava Jato, especialmente no capítulo sobre a Usina de Belo Monte, há informações sobre pagamento de propina ao senador do PMDB. Segundo a delação, o também senador Edison Lobão falou em nome de Jucá para receber R$ 1 milhão da empreiteira. Um inquérito da Lava Jato sobre Jucá deverá ser aberto em breve. Procurado, Jucá afirma que os recursos da Andrade Gutierrez recebidos foram destinados a campanhas políticas do PMDB em Roraima e que fazem parte da prestação de contas, aprovadas pela Justiça.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email