Deputado teria oferecido propina para salvar a Oi

Reportagem da revista Veja deste fim de semana acusa o deputado Vicente Cândido (PT-SP) de oferecer honorários a um conselheiro da Agência Nacional de Telecomunicações para que ele reduzisse multas aplicadas à operadora de telefonia em razão dos maus serviços prestados aos clientes; conselheiro da Anatel, Marcelo Bechara, confirmou ter recebido a oferta; o deputado, por sua vez, disse que tentou ajudar a Oi e afirmou ainda que o ex-presidente Lula está preocupado com o futuro da companhia, controlada pelos empresários Carlos Jereissati e Sergio Andrade

Reportagem da revista Veja deste fim de semana acusa o deputado Vicente Cândido (PT-SP) de oferecer honorários a um conselheiro da Agência Nacional de Telecomunicações para que ele reduzisse multas aplicadas à operadora de telefonia em razão dos maus serviços prestados aos clientes; conselheiro da Anatel, Marcelo Bechara, confirmou ter recebido a oferta; o deputado, por sua vez, disse que tentou ajudar a Oi e afirmou ainda que o ex-presidente Lula está preocupado com o futuro da companhia, controlada pelos empresários Carlos Jereissati e Sergio Andrade
Reportagem da revista Veja deste fim de semana acusa o deputado Vicente Cândido (PT-SP) de oferecer honorários a um conselheiro da Agência Nacional de Telecomunicações para que ele reduzisse multas aplicadas à operadora de telefonia em razão dos maus serviços prestados aos clientes; conselheiro da Anatel, Marcelo Bechara, confirmou ter recebido a oferta; o deputado, por sua vez, disse que tentou ajudar a Oi e afirmou ainda que o ex-presidente Lula está preocupado com o futuro da companhia, controlada pelos empresários Carlos Jereissati e Sergio Andrade (Foto: Sheila Lopes)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Uma reportagem do jornalista Rodrigo Rangel, da revista Veja, coloca em maus lençóis o deputado Vicente Cândido (PT-SP). De acordo com o texto "Proposta Indecente", publicado neste fim de semana, ele teria procurado um conselheiro da Agência Nacional de Telecomunicações, Marcelo Bechara, oferecendo vantagens para que multas bilionárias da Oi, aplicadas pela agência, fossem reduzidas ou até canceladas. Numa das reuniões entre Cândido e Bechara, o deputado abordou o assunto e anotou num papel a palavra "honorários", como que indagando ao conselheiro da Anatel quanto ele queria para resolver o problema. "Eu reagi com estranheza à abordagem do deputado. Preferi fingir que não entendi. Isso está distante da minha realidade", disse Bechara, indicado à Anatel pelo PMDB, ao repórter.

Procurado, Vicente Cândido ficou desconcertado. "Eu queria saber se ele tinha honorários". No entanto, ao falar à revista, o parlamentar fez uma inconfidência. "O que eu falei foi que o presidente Lula está preocupado com a empresa". 

Criada depois de um grande esforço governamental, capitaneado pelo BNDES, para ser a "supertele nacional", a Oi, controlada pelos empresários Carlos Jereissati e Sergio Andrade, jamais apresentou os resultados esperados. Não se tornou competitiva a ponto de competir com Vivo, TIM e Claro e entregou aos acionistas lucros decepcionantes. Além disso, somadas, as multas aplicadas pela Anatel à Oi, em razão dos maus serviços prestados aos clientes, somam mais de R$ 10 bilhões. A tentativa dos acionistas era reduzi-las a R$ 3 bilhões ou até zerá-las – daí a proposta de honorários.


O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email