Desemprego deve encerrar 2013 com mínima histórica

Previsão tem como base a taxa de desemprego antecipada para o mês de dezembro, calculada pela Fipe com dados disponibilizados em tempo real, e considerada uma prévia da Pesquisa Mensal de Emprego do IBGE; índice foi estimado em 4,4% e, se confirmado, será o menor já apurado pelo Instituto; número também confirmará a tendência de queda no desemprego, já que no último mês de 2012 e em novembro deste ano, foi registrado o menor patamar histórico, 0,2% maior (4,6%); em seu pronunciamento de fim de ano, neste domingo, a presidente Dilma Rousseff comemorou o "menor índice de desemprego da história" e afirmou que os brasileiros não sofrerão com este risco em 2014

Previsão tem como base a taxa de desemprego antecipada para o mês de dezembro, calculada pela Fipe com dados disponibilizados em tempo real, e considerada uma prévia da Pesquisa Mensal de Emprego do IBGE; índice foi estimado em 4,4% e, se confirmado, será o menor já apurado pelo Instituto; número também confirmará a tendência de queda no desemprego, já que no último mês de 2012 e em novembro deste ano, foi registrado o menor patamar histórico, 0,2% maior (4,6%); em seu pronunciamento de fim de ano, neste domingo, a presidente Dilma Rousseff comemorou o "menor índice de desemprego da história" e afirmou que os brasileiros não sofrerão com este risco em 2014
Previsão tem como base a taxa de desemprego antecipada para o mês de dezembro, calculada pela Fipe com dados disponibilizados em tempo real, e considerada uma prévia da Pesquisa Mensal de Emprego do IBGE; índice foi estimado em 4,4% e, se confirmado, será o menor já apurado pelo Instituto; número também confirmará a tendência de queda no desemprego, já que no último mês de 2012 e em novembro deste ano, foi registrado o menor patamar histórico, 0,2% maior (4,6%); em seu pronunciamento de fim de ano, neste domingo, a presidente Dilma Rousseff comemorou o "menor índice de desemprego da história" e afirmou que os brasileiros não sofrerão com este risco em 2014 (Foto: Gisele Federicce)

247 – O desemprego no Brasil deverá encerrar o ano de 2013 registrando seu menor patamar da história. A previsão tem como base a Taxa de Desemprego Antecipada para o mês de dezembro, estimada em 4,4% e que, se confirmada, será a menor já apurada pelo IBGE. O índice também confirmará a tendência de queda no desemprego, uma vez que no último mês de 2012, foi 0,2% maior (4,6%), conforme o balanço do Instituto Brasileiro.

A estimativa da Taxa de Desemprego Antecipada é calculada pela Fipe (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas) com informações disponibilizadas na internet em tempo real – sem necessidade de esperar semanas ou meses até os institutos de pesquisa divulgarem os indicadores oficiais e defasados – e com a base de dados da empresa Catho. O estudo é considerado uma prévia da Pesquisa Mensal de Emprego (PME), do IBGE.

A pesquisa da Fipe traz ainda outros bons números: conclui que o bom momento do mercado de trabalho também pode ser percebido pelo aumento real (acima da inflação) dos salários anunciados: o Índice Catho-Fipe de Salários Ofertados aponta para um aumento de 11,2% nos últimos 12 meses, variação superior à registrada em novembro, de 7,2%, e o quarto mês consecutivo de aumento na variação anual.

Em novembro, a taxa de desemprego no Brasil já havia caído para o menor registro da história: 4,6%, o mesmo de dezembro de 2012. O índice, divulgado no último dia 19 na Pesquisa Mensal de Emprego do IBGE, é também inferior ao registrado em novembro de 2012 (4,9%). Em outubro deste ano, o índice havia sido 5,2%. O contingente de pessoas desempregadas (1,1 milhão) caiu 10,9% em relação a outubro.

Em seu pronunciamento de fim de ano que foi ao ar em rede nacional de rádio e TV na noite deste domingo, a presidente Dilma Rousseff comemorou o "menor índice de desemprego da história" e afirmou que os brasileiros não sofrerão com este risco em 2014. "Entrem em 2014 com a certeza que o seu padrão de vida vai ser ainda melhor do que o que se tem hoje, sem risco de desemprego, com otimismo", declarou Dilma (confira aqui).

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247