Diesel e gasolina terão nova alta nos preços que já são os maiores da história

Preços do diesel e da gasolina praticados pela Petrobras nas refinarias serão elevados na terça-feira aos maiores patamares desde que a petroleira iniciou, em julho do ano passado, a realizar reajustes quase que diários; diesel será elevado em 0,76%, para R$ 1,9988 por litro, enquanto o da gasolina passará para R$ 1,7229; alta de 0,92%; desde o início dessa nova sistemática o diesel e a gasolina nas refinarias da Petrobras subiram 26,8% e 24,5%, respectivamente

Preços do diesel e da gasolina praticados pela Petrobras nas refinarias serão elevados na terça-feira aos maiores patamares desde que a petroleira iniciou, em julho do ano passado, a realizar reajustes quase que diários; diesel será elevado em 0,76%, para R$ 1,9988 por litro, enquanto o da gasolina passará para R$ 1,7229; alta de 0,92%; desde o início dessa nova sistemática o diesel e a gasolina nas refinarias da Petrobras subiram 26,8% e 24,5%, respectivamente
Preços do diesel e da gasolina praticados pela Petrobras nas refinarias serão elevados na terça-feira aos maiores patamares desde que a petroleira iniciou, em julho do ano passado, a realizar reajustes quase que diários; diesel será elevado em 0,76%, para R$ 1,9988 por litro, enquanto o da gasolina passará para R$ 1,7229; alta de 0,92%; desde o início dessa nova sistemática o diesel e a gasolina nas refinarias da Petrobras subiram 26,8% e 24,5%, respectivamente (Foto: Paulo Emílio)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Por José Roberto Gomes, Reuters - Os preços do diesel e da gasolina praticados pela Petrobras nas refinarias serão elevados na terça-feira aos maiores patamares desde que a petroleira iniciou, em julho do ano passado, uma nova sistemática de formação de cotações, com reajustes quase que diários.

O valor do diesel, combustível mais consumido no país, será elevado em 0,76 por cento, para 1,9988 real por litro, enquanto o da gasolina passará para 1,7229 real, alta de 0,92 por cento.

Os preços desses combustíveis vêm renovando máximas desde a semana passada, na esteira de ganhos no mercado de petróleo e gasolina no exterior, em razão de cortes de produção liderados pela Opep, demanda global fortalecida e, mais recentemente, tensões geopolíticas no Oriente Médio e fortalecimento do dólar ante o real.

O diesel da Petrobras avançou 6,4 por cento só na semana passada, enquanto a gasolina ganhou 3,8 por cento no mesmo período.

A política de formação de preços da petroleira visa seguir as oscilações internacionais nos mercados de petróleo e seus derivados, entre outros fatores, de modo a tentar manter alguma paridade em relação ao exterior.

Desde o início dessa nova sistemática, em julho, o diesel e a gasolina nas refinarias da Petrobras subiram 26,8 e 24,5 por cento, respectivamente.

Procurada pela Reuters, a Petrobras disse que não iria comentar o assunto.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247