Dilma estuda reajustar o Bolsa Família

Em reunião com CUT, MST e MTST de apoio ao governo, PT indicou que a presidente Dilma Rousseff pode reajustar o Bolsa Família antes de deixar o gabinete presidencial, segundo a colunista Natuza Nery; ‘para líderes dessas entidades, o aumento agradaria à base do PT e tiraria “o doce da boca de Michel Temer”, que promete elevar o valor do benefício ao assumir’, diz

Em reunião com CUT, MST e MTST de apoio ao governo, PT indicou que a presidente Dilma Rousseff pode reajustar o Bolsa Família antes de deixar o gabinete presidencial, segundo a colunista Natuza Nery; ‘para líderes dessas entidades, o aumento agradaria à base do PT e tiraria “o doce da boca de Michel Temer”, que promete elevar o valor do benefício ao assumir’, diz
Em reunião com CUT, MST e MTST de apoio ao governo, PT indicou que a presidente Dilma Rousseff pode reajustar o Bolsa Família antes de deixar o gabinete presidencial, segundo a colunista Natuza Nery; ‘para líderes dessas entidades, o aumento agradaria à base do PT e tiraria “o doce da boca de Michel Temer”, que promete elevar o valor do benefício ao assumir’, diz (Foto: Roberta Namour)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Em reunião com CUT, MST e MTST de apoio ao governo, PT indicou que a presidente Dilma Rousseff pode reajustar o Bolsa Família antes de deixar o gabinete presidencial, segundo a colunista Natuza Nery.

‘Para líderes dessas entidades, o aumento agradaria à base do PT e tiraria “o doce da boca de Michel Temer”, que promete elevar o valor do benefício ao assumir’, diz.

Entre os desenhos avaliados, está o reajuste “global” de R$ 1 bilhão.

Antes do impeachment, o governo programava o reajuste, mas só no segundo semestre, após a revisão da meta de superávit, para não passar a ideia de populismo fiscal.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email