Eletrobras pede explicações sobre fala de Bolsonaro de possível interferência no setor elétrico

Diretora da área financeira e de relação com investidores da Eletrobras, Elvira Cavalcanti, enviou carta ao Ministério de Minas e Energia

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Sputnik - A diretora da área financeira e de relação com investidores da Eletrobras, Elvira Cavalcanti, mandou uma carta nesta terça-feira (23) ao Ministério de Minas e Energia pedindo esclarecimentos sobre a declaração do presidente Jair Bolsonaro de iria interferir no setor elétrico.

Cavalcanti lembrou que a Eletrobras tem ações nas bolsas de valores de São Paulo, Nova York e Madri e que divulgações do tipo devem obedecer a critérios do mercado financeiro.

"Solicitar que seja comunicado formalmente a esta companhia se as notícias em referência são verdadeiras e/ou se existem estudos ou informações ou aprovações internas e externas a respeito do processo que devem ser divulgadas ao mercado, por meio de Fato Relevante", escreveu a diretora.

No sábado (20), o presidente Jair Bolsonaro afirmou a apoiadores que vai "meter o dedo na energia elétrica".

"Vamos meter o dedo na energia elétrica, que é outro problema também", disse o presidente.

Elvira Cavalcanti escreveu também que a política de divulgação e uso de informações relevantes da empresa prevê que pessoas com acesso a dados privilegiados em razão do cargo mantenham sigilo, até que o mercado seja informado.

"Esclarecemos que a Instrução 358/2002 da Comissão de Valores Mobiliários — CVM, e suas alterações, bem como a Política de Divulgação e Uso de Informações Relevantes das Empresas Eletrobras, estabelecem o dever de sigilo relativo a ato ou fato relevante aos quais determinadas pessoas tenham acesso privilegiado em razão do cargo ou posição que ocupam, até sua divulgação ao mercado", completou.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email