Em nova baixa no governo, secretário do PPI deixa o cargo

Secretário especial do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI), Adalberto Vasconcelos, deixou o cargo e será substituído por Martha Seillier, atual diretora de planejamento, finanças e relações com investidores da Infraero

Reuters - O secretário especial do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI), Adalberto Vasconcelos, deixou o cargo, afirmou nesta sexta-feira a assessoria da instituição.

Ele será substituído por Martha Seillier, hoje diretora de planejamento, finanças e relações com investidores da estatal Infraero e deve ser oficializada na próxima segunda-feira.

A mudança acontece duas semanas após o governo ter deslocado o PPI da Secretaria de Governo para a Casa Civil, chefiada pelo ministro Onyx Lorenzoni.

Martha já foi assessora-chefe da Casa Civil.

No cargo desde fevereiro de 2017, no governo de Michel Temer, Vasconcelos foi mantido à frente do PPI pela equipe do presidente Jair Bolsonaro. Entre os projetos concluídos neste ano, o PPI coordenou o leilão de 12 aeroportos, com uma outorga paga de 2,377 bilhões de reais, e a concessão de um trecho da ferrovia Norte-Sul, por 2,719 bilhões de reais. [nL1N21F1XM]

A secretaria criada em 2016 é responsável por coordenar processos de licitação de concessões públicas, incluindo privatizações e parcerias público-privadas. Desde então, o PPI concluiu 147 projetos que, juntos, devem gerar investimentos de cerca de 260 bilhões de reais nos próximos anos e outorgas de 54,1 bilhões de reais para a União.

O portfólio atual do PPI tem 101 projetos, incluindo nos setores aeroportuário, mineração, energia elétrica, petróleo e rodovias, com os quais o governo espera atrair 1,4 trilhão de investimentos durante o prazo de concessão.

Por Aluísio Alves

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247