Europa já considera estatizar empresas para evitar falências

O governo da Itália anunciou que prevê a nacionalização da companhia aérea Alitalia, que enfrenta dificuldades financeiras há vários anos. O ministro francês das Finanças, Bruno Le Maire, também afirmou que o governo está disposto implementar nacionalizações, para "proteger" as empresas ameaçadas pela pandemia de coronavírus por causas das paralisações de voos

Aviões da Alitalia
Aviões da Alitalia (Foto: REUTERS/Alessandro Garofalo)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O governo da Itália anunciou nesta terça-feira (17) que prevê a nacionalização da companhia aérea Alitalia, que enfrenta grandes dificuldades financeiras há vários anos. Seria parte de um pacote de medidas contra a pandemia do coronavírus. De acordo com a imprensa italiana, Roma, capital do país, prevê um fundo de 600 milhões de euros para o conjunto do setor aéreo nacional, no qual a Alitalia é predominante

O conselho de ministros "prevê a constituição de uma nova empresa totalmente controlada pelo ministério da Economia e das Finanças, ou controlada por uma empresa com participação pública majoritária, inclusive indireta", afirma um comunicado. As informações foram publicadas pela Agência AFP.

O ministro francês das Finanças, Bruno Le Maire, também afirmou que o governo está disposto implementar nacionalizações, para "proteger" as empresas ameaçadas pela pandemia de coronavírus por causas das paralisações de voos. 

"Não hesitarei em utilizar todos os meios a meu alcance para proteger as grandes empresas francesas", disse em coletiva de imprensa. "Isto pode ser feito por meio da capitalização ou compra de participações. Inclusive posso usar o termo nacionalização se for necessário", acrescentou.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247